Supermercados sentem recuo do home office e auxílio emergencial nas vendas

Por

A volta do auxílio emergencial se refletiu no resultado do primeiro quadrimestre do INC Abras, índice nacional de consumo nos lares, da associação dos supermercados, que sai nesta quinta (10) com crescimento real superior a 4%.

 Na comparação de abril com o mesmo mês de 2020, a alta ficou em quase 3%. Quando a comparação é feita com o mês anterior, aparece uma queda de 4,8%, que a Abras atribui ao retorno para o trabalho presencial de parte dos consumidores, que substituíram compras por consumo em restaurantes.
POR FOLHAPRESS

Você pode gostar