Soldado do Exército morre após treinamento em MT

Por

Um soldado do Exército de 18 anos morreu na sexta-feira (10) depois de um treinamento militar, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. O Exército Brasileiro abriu inquérito militar para investigar a morte de Rafael Luz Marques Pereira.

Além desse inquérito aberto pelo Exército, a família do soldado também registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil pelo suposto crime de tortura.

Rafael havia ingressado no quartel recentemente.

Ele se sentiu mal durante um treinamento realizado na última terça-feira (7) e foi atendido primeiramente na própria sede do Exército. Depois, ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rondonópolis.

Segundo o boletim médico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, Rafael chegou desidratado, com febre, vomitava bastante e estava desorientado. Ainda segundo o boletim, ele sentia muitas dores, mas não falava, apenas reagia.

O paciente também apresentava problemas renais. Ainda na noite de terça-feira ele foi transferido para um hospital particular de Rondonópolis, a pedido do Exército, mas na sexta-feira morreu.

Segundo a família, o atestado de óbito declara a causa da morte como falência múltipla dos órgãos e choque séptico, que é quando uma infecção se alastra pelo corpo rapidamente, afetando vários órgãos e pode levar à morte, como foi o caso do Rafael.

Você pode gostar