Sistema da Polícia Civil reúne dados de desaparecidos e colabora para a localização de pessoas em MT

Por

Disponível para todas as delegacias do estado, o sistema da Polícia Civil de Mato Grosso sobre desaparecidos é uma ferramenta que reúne informações para auxiliar nas investigações e contribuir para a localização de pessoas.

O sistema Abitus foi criado para atender uma demanda do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá e, posteriormente, foi estendido a todas as unidades da Polícia Civil.

As informações sobre pessoas desaparecidas estão disponíveis na página  https://desaparecidos.pjc.mt.gov.br desenvolvida para dar visibilidade à divulgação e colaborar na localização de pessoas que estão desaparecidas em diferentes cidades de Mato Grosso e também em outros estados

Desenvolvido pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (Coti), dentro dos módulos do sistema Geia, o Abitus faz o controle de pessoas desaparecidas possibilitando o cadastro e acompanhamento dos casos relacionados a desaparecimentos registrados no estado.

O banco de dados é alimentado pelas delegacias de todo o estado, com base nos boletins de ocorrências de desaparecimentos registrados, conforme define a Resolução 064/2020, do Conselho Superior de Polícia.

Segundo o gerente de desenvolvimento de sistemas da Coti, Ricardo Barcelar, além das informações básicas passadas no momento do registro do boletim de ocorrência, como nome, idade e local que a pessoa desapareceu, o sistema também permite a integração de outros dados levantados durante a investigação, entrevistas realizadas, relatório do investigador e informações mais específicas como hábitos da pessoa, se possui alguma doença ou histórico de desaparecimento anterior.

Você pode gostar