Sete são presos por tentarem levar Duster e S-10 locados para Bolívia

Por

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prendeu sete pessoas e recuperou três veículos, uma S-10 cinza, uma Duster cinza e uma Saveiro de cor amarela que foram locadas, mas que os condutores não devolveram. Os homens levariam os carros para a Bolívia. Os três veículos estão avaliados em cerca de R$ 184 mil.

Durante patrulhamento na MT-388, no sábado (02.05), por volta de meio-dia, policiais do Gefron atuando na operação conjunta Hórus/VIGIA – em continuidade a força tarefa, no combate ao transporte de veículos roubados e furtados na faixa de fronteira – pararam veículo Duster de cor cinza, placa QOZ-2038, de Belo Horizonte (MG), e constataram, após checagem, que se tratava de veículo locado da Unidas S.A. O carro estava com apropriação indébita conforme BO n° 4053/2019 da PJC/SP.

O motorista disse aos policiais que levaria o carro para a Bolívia e que ganharia R$ 2 mil para entregar o carro para seis pessoas que o estavam esperando naquele país. A equipe do Gefron foi até o local onde seria o ponto de encontro e antes disso, avistou uma camionete Chevrolet S-10 LS DD4, cor cinza placa QOE-4501, de Belo Horizonte (MG), atolada próximo à fronteira, junto a S10, estava uma Saveiro CE Cross, cor amarela, placa OVS-4H12, de Mirassol D’oeste.

Os suspeitos que estavam no local para retirar a S-10 do atoleiro eram os mesmos que iriam receber a Duster na Bolívia. Os policiais deram ordem de parada aos indivíduos que tentaram fugir, mas não conseguiram.

O Gefron chegou que a S-10 também estava com a locação atrasada e a Saveiro estava no apoio dos demais. Diante dos fatos e considerando a forma e o local do ocorrido, todos foram encaminhados para a delegacia de Fronteira (Defron) para providências que o caso requer.

Você pode gostar