Sem auxílio, fila do Bolsa família tem mais de 400 mil pessoas desassistidas

Por

O Brasil tem hoje, pelo menos,  423,3 mil pessoas que, apesar de comprovar pobreza, estão sem nenhuma assistência do governo federal . A fila para conseguir o Bolsa Família está parada, e estes aguardam uma resposta sobre o auxílio emergencial .

Sem a ampliação do programa social, prometida desde o fim de 2019, quase 1,2 milhão de cadastros aguardavam em março para receber a transferência de renda, segundo a Folha de São Paulo. O ministro da Economia, Paulo Guedes, repetiu exaustivamente estar estudando o aumento do número de cadastrados, mas a ideia ainda não saiu do papel.

Guedes concentra forças no auxílio emergencial, pago a 39,1 milhões de pessoas, enquanto ganha tempo para pensar na reformulação do Bolsa Família.

Por Brasil Econômico

Você pode gostar