Sargento da Polícia Militar é preso por assediar a cozinheira do próprio batalhão

Por

Um sargento da Polícia Militar foi preso por assediar a cozinheira do próprio batalhão no município de Peixoto de Azevedo (675 quilômetros de Cuiabá). A identidade do suspeito não foi revelada.

O militar teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e está detido no Comando Regional de Alta Floresta. No entanto, ainda não há informações sobre como o crime era praticado. O sargento vai responder por assédio sexual e moral contra a servidora.

A Corregedoria da Polícia Militar vai abrir sindicância disciplinar para investigar a conduta do militar, que pode ser excluído das fileiras da PM em Mato Grosso.

Você pode gostar