Rotam recebe investimentos, se torna uma unidade moderna e de referência no combate ao crime

Por

Em 2021, o Batalhão Rotam (Rondas Ostensivos Tático Móvel) da Polícia Militar de Mato Grosso completou 20 anos de fundação. Nestes últimos três anos, a unidade especializada recebeu cerca de R$ 1 milhão de reais em investimentos do Governo do Estado e da Assembléia Legislativa. Com sede própria e equipamentos modernos, os policiais da Rotam apresentam índices relevantes de produtividade e vêm atuando ostensivamente no combate à criminalidade no Estado.

Criada 21 de junho em 2001, a Rotam de hoje é moderna, já tem sede própria com guarda com segurança orgânica e tecnológica com câmeras  de vídeo e concertina em toda a parte interna e externa do batalhão. A unidade fica localizada no Dom Aquino, na Capital. Além da sede, os policiais contam com um estande de tiro para o treinamento diário da tropa e uma sala de recarga de munição.

O comandante da Rotam, tenente-coronel Paulo César, conta que os recursos promoveram investimentos que elevaram ainda mais o nível operacional da tropa. “A nossa unidade atua nas ruas com viaturas adequadas e armamento de alto nível como fuzis calibres 762 e 556, submetralhadoras e pistolas calibre 9 milímetros; a pistola Glock, por exemplo é uma das armas de fogo mais seguras do mundo. Todos os militares da Rotam têm a cautela permanente da sua pistola”, conta o comandante.

A Rotam tem 142 policiais especializados que combatem a criminalidade diariamente, por meio de ações pontuais aos crimes de roubo, furto, tráfico de entorpecentes e desarticulação de organizações criminosas. Neste ano, 308 pessoas conduzidas em flagrantes pela as equipes do Batalhão Rotam. Em 2020, as equipes do Batalhão apreenderam  43,3 kg de entorpecentes, já neste primeiro semestre de 2021, a unidade  retirou 707,3 kg de drogas; um aumento de 1.534 %.

As equipes da unidade especializada também garantem a segurança de eventos e equipes esportivas como os jogos do Campeonato Brasileiro e a Copa América 2021.

Além do policiamento ostensivo, os policiais da Rotam conduzem ações preventivas, através de dois projetos sociais: o ‘ Jiu-Jitsu Rotam’, que atende 200 crianças e adolescentes, e a “Escolinha de Futebol Grêmio Rotam”,  que possui 130 alunos. Os projetos permitem que por meio da prática esportiva, os jovens fiquem longe da crimilinalidade e preencham períodos de ociosidade,se dedicando  aos treinamentos e convivendo com os militares. Os atletas a cada ano, conquistam e deixam seu legado  em competições estaduais, nacionais e até fora do país.

Os policiais que acompanham de perto os mais de 330 alunos atendidos pelos projetos sociais, neste momento de dificuldade financeira ocasionado pela pandemia do coronavírus, ajuda a encaminhar jovens a ingressarem no mercado de trabalho “Programa Menor Aprendiz”, por meio de parcerias com empresários locais como o Grupo Pereira e outras empresas voluntárias.

Com a pandemia da Covid-19, as ações sociais do Batalhão Rotam ampliaram  e receberam apoio importantes como o da primeira- dama, Vírginia Mendes e diversos parceiros que ajudaram  os policiais em  campanhas de mobilização para arrecadação  alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social; mais de 600 famílias receberam doações de cestas básicas e kits de higiene pessoal.

Você pode gostar