Prefeito defende prisão para quem fizer festinhas clandestinas

Por

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou nesta quinta-feira (1º) que a Secretaria Municipal de Ordem Pública já tem um levantamento dos bairros de Cuiabá com maiores índices de ocorrências de festas clandestinas e irá aplicar as sanções cabíveis com tolerância zero.

Apesar de ter decretado quarentena para cumprir ordem da Justiça, o prefeito defendeu a continuidade do comércio aberto, desde que respeitadas as normas de biossegurança. Ele disse que teve uma reunião com o secretário de Ordem Pública, Leovaldo Salles, para que intensifique a fiscalização e até deter quem promover aglomerações.

“Paras as festinhas clandestinas, para as aglomerações, para os engraçadinhos, irresponsáveis, que acabam colocando quase toda sociedade no balaio deles, é tolerância zero, é caçada mesmo. É ir para cima e utilizar o rigor das leis e dos decretos, que inclusive cabe detenção para quem descumprir as medidas de biossegurança diante da maior crise sanitária da história”, declarou.

Segundo Emanuel, as aglomerações e festas clandestinas são a principal razão para o aumento expressivo no número de novos casos de covid-19 em Mato Grosso. Por isso, ele montou uma força-tarefa de fiscalização foi montada para percorrer os bairros da capital.

De acordo com o Decreto Municipal 8.372/2021, está proibida qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração (previsto no quarto item do artigo 1º).

Fonte: O BOM DA NOTÍCIA

Você pode gostar