Policial Militar é preso por passar informações à facção

Por

O policial militar Vanderlei Moreira Xavier foi preso no último sábado (13) acusado de associação ao tráfico de drogas, em Confresa (1.011 km de Cuiabá). Vanderlei era lotado na Capital e, recentemente, foi transferido para o município.

De acordo com o tenente-coronel da Polícia Militar, Roosevelth Fabiano Oliveira Escolástico, o militar estava repassando informações “em tempo real” das movimentações policiais para criminosos faccionados do Comando Vermelho. Ele foi flagrado repassando detalhes de uma operação da PM.

Policiais chegaram ao soldado Xavier no último sábado (13), quando prenderam um suspeito de tráfico que, ao ser abordado, jogou um celular. Após desbloquear o aparelho, os policiais viram mensagens enviadas pelo PM ao criminoso, que era associado à facção criminosa. Ele informava todas as ações da Polícia Militar na região em tempo real.

“Nós não sabemos há quanto tempo, mas suspeitamos que não foi a primeira vez. Agora será instaurada uma investigação que ele deve responder”, disse o tenente-coronel.

O comandante disse que considera o crime  ‘gravíssimo’ e que ele nunca tinha se deparado com uma situação dessas. Diante dos fatos, foi comunicado à Polícia Civil, que realizou a prisão de Vanderlei em sua casa.

Durante a diligência, a PM encontrou um revólver calibre 38 dentro do carro do policial e em cima do sofá, uma sacola com munição do mesmo calibre. Ao ser questionado, ele disse que a arma não tinha registro.

O juiz homologou a prisão e o policial foi transferido para o presídio de Vila Rica. Posteriormente, ele deve ser encaminhado a Cuiabá, onde deve responder pelos crimes de associação ao tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

NOTA DA POLÍCIA MILITAR

O comando da 3ª Companhia de Polícia Militar de Confresa (1.160 km de Cuiabá) informa que a prisão do soldado em questão foi efetuada por uma equipe desta mesma unidade militar. 

A prisão ocorreu na manhã de sábado(13.03), quando, o Comandante da UPM determinou a prisão no momento em que foi informado pela equipe de serviço que em uma abordagem a um suspeito  de tráfico  comprovou o envio de mensagem pelo policial, via aplicativo whatsapp, ao celular de um dos integrantes da organização criminosa informando sobre a ação policial com identificação e abordagem dos suspeitos por tráfico de droga.

Preso em sua residência, o policial foi autuado em flagrante delito e apresentado em juízo, tendo sua prisão homologada pela autoridade judiciária. O soldado encontra-se recolhido em unidade da PM em Vila Rica, sede do 10º Comando Regional, ao qual a 3ª Cia de Confresa está vinculada administrativa e operacionalmente.

Informa ainda que o comando do 10º CR em Vila Rica e Corregedoria Geral, com sede em Cuiabá, têm ciência e acompanham o procedimento instaurado pelo comando da unidade em Confresa para apurar a conduta do policial.

Você pode gostar