Polícia Penal detém suspeito e impede entrada de drogas e celulares na Mata Grande

Por

Em rondas externas pela Penitenciária da Mata Grande, em Rondonópolis, na manhã desta terça-feira (27.04), policiais penais avistaram duas pessoas em atitudes suspeitas nas imediações da unidade. Ao perceberem a presença dos policiais, a dupla fugiu. Eles estavam com drone para enviar celulares e drogas para presos.

Os policiais deram ordem para que eles parassem, o que não foi atendido, foram dados dois disparos com arma de fogo, contudo ainda continuaram correndo. Um suspeito foi atingido na perna com munição não letal e foi capturado, já o outro conseguiu embrenhar no matagal e fugiu.

O suspeito foi levado para a delegacia. Ele usava tornozeleira eletrônica e tinha conseguido bloquear o sinal do equipamento.

Foram apreendidos com ele: um aparelho drone, cinco celulares, um tablete de aproximadamente 200 gramas e três porções médias totalizando aproximadamente 500 gramas de substâncias análogas à maconha, dois carregadores de celular, fones de ouvido, uma faca, carretéis de linha e uma mochila.

“Com mais essa apreensão já contamos com 44 drones apreendidos. O sucesso dessas apreensões se deve as várias ações preventivas para coibir que esses materiais ilícitos cheguem às mãos dos recuperandos dentro dos Raios da Penitenciária”, destacou o diretor da Penitenciária da Mata Grande, Ailton Ferreira.

Além de colocar 4 equipes de policiais penais em rondas diurnas e noturnas no perímetro externo da unidade, a direção do presídio instalou tela de pinteiro nos solaruins das ante-alas, alambrados em toda a Unidade Penal, cerca no perímetro externo da Unidade, a vigilância ostensiva dos policiais penais nas Torres como também uma equipe de Policiais Penais que fazem campana na laje da penitenciária.

Cadeia feminina

Além da Penitenciária da Mata Grande, a direção da Cadeia Feminina de Rondonópolis, que fica dentro do perímetro urbano da cidade, também registrou ocorrência de apreensão de drone, na sexta-feira (23.04). O equipamento estava sobrevoando a unidade e os policiais penais logo avistaram e acompanharam o movimento do equipamento. O drone caiu no pátio da instituição com celulares e carregadores amarrados em linha de anzol.

Você pode gostar