https://youtu.be/L_xePYuZbJk

Polícia Militar identifica acusados pela morte de policial militar

Por

Polícia Militar identificou no início da tarde desta segunda-feira (26), como sendo Alan Parick Shuller, de 27 anos, e Wesdra Victor Galvão de Souzade, 29 anos, os suspeitos pela morte do policial militar, Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos. O soldado foi brutalmente espancado durante essa madrugada, na conveniência “Espaço Vip”, localizada na Mário Andreazza, em Várzea Grande. Ele morreu no Pronto-Socorro Municipal logo após dar entrada no box de emergência.

Apesar de identificados, ambos os suspeitos continuam sendo procurados. A identidade das duas mulheres que estavam com eles no momento da confusão, ainda foi divulgada. Uma delas é proprietária de um salão bastante conhecido em Várzea Grande. No local, ela atua como cabeleireira.

Imagens do circuito interno do estabelecimento registraram toda a agressão sofrida pelo PM, que foi socorrido, mas morreu pouco tempo depois. O carro utilizado pelos suspeitos, um gol de cor preta, também está sendo procurado.

Após espancar a vítima com chutes, socos e cadeiradas, os homens e duas mulheres entraram num veículo Gol de modelo antigo e fugiram. Um segundo carro que aparece nas imagens, aparentemente, amigos que estão acompanhando os criminosos, também está sendo procurado, a fim de contribuir na localização dos suspeitos.

Um dos suspeitos possui passagens criminais por crimes de tráfico, roubo e já havia sido preso por sequestro em ocasião anterior. A Polícia Civil ainda não confirmou o envolvimento dos suspeitos na morte do policial militar. Por enquanto, ambos são considerados suspeitos.

O soldado Rodrigues ingressou na Polícia Militar em novembro do ano de 2015 e estava lotado no 2º Comando Regional de Várzea Grande. Ele chegou a trabalhar no Grupo de Apoio (GAP) do 4º Batalhão e atualmente trabalhava no Núcleo de Polícia Militar de Acorizal (62 km de Cuiabá).

O militar era solteiro e deixou três filhos pequenos. O Comando-Geral da Polícia Militar lamentou o óbito. O sepultamento está marcado para 17 horas, no Cemitério Recanto da Paz, no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande. A Delegacia de Homicídios (DHPP) investiga o caso.

Você pode gostar