Polícia Civil amplia em 100% apreensão de veículos roubados e furtados na fronteira de MT

Por

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Fronteira (Defron), em conjunto com forças de segurança que aturam na região fronteiriça de Mato Grosso, recuperou nos primeiros oito meses deste ano, 110 veículos roubados e furtados que seriam levados para o país vizinho e trocados por drogas.

O número de veículos apreendidos nestes oito meses de 2020 representa 100%  a mais do que foi apreendido pela Defron, unidade especializada instalada na cidade de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá) no ano passado.

“A Defron vem de forma contínua, junto com a Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Sistema Penitenciário, atuando na região de fronteira visando desarticular organizações criminosas articuladas para atuarem no tráfico de drogas e outros crimes”, destaca Cinthia.Conforme a delegada da Defron, Cinthia Gomes da Rocha Cupido, as apreensões causaram um prejuízo às organizações criminosas calculado, até o momento, em cerca de R$ 5 milhões. Para ela, um dos fatores principais do aumento na produtividade é o fortalecimento das ações integradas entre as instituições de segurança pública.

Segundo a delegada, Mato Grosso vem se destacando dentro do Programa Vigia e na operação Hórus, organizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que segue em andamento em quase todos os estados que fazem divisa com outro países da América Latina.

A participação da Polícia Civil de Mato Grosso na operação “Hórus Vigia” possibilita a disponibilização de recursos financeiros, além do compartilhamento de informações de inteligência e capacitações dos profissionais que atuam na linha de frente.

“Nossos profissionais são dedicados e estão motivados para cumprir a nobre missão de fazer segurança pública de qualidade, possibilitando o êxito de diversas ações contra as organizações criminosas. As operações policiais possuem o olhar voltado para integração e ações de inteligência alinhadas com a política de segurança pública do Governo do Estado, visando garantir a ordem pública, mediante trabalhos institucionais específicos e em conjunto”, pontua a delegada.

Você pode gostar