Pastor que esfaqueou mulher grávida, ri durante depoimento

Por

O pastor evangélico Jorge de Souza Valdez, 41 anos, acusado de esfaquear a mulher grávida enquanto dormia, demonstrou frieza, ironia e riu dos policiais ao ser interrogado na DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher).

Ao ser preso em flagrante, Jorge de Souza Valdez alegou para os policiais que o crime ocorreu “por ignorância dele”.

Ele foi preso em flagrante após tentar matar a esposa Regiane Cales da Silva, 41 anos, a facadas, na madrugada desta terça-feira (10/11), no residencial Cleide Maria, Conjunto Habitacional Orestinho, zona oeste de Três Lagoas (MS).

Leia mais em Topmídia News, parceiro do Metrópoles.

Você pode gostar