Pai mata a filha, atira no filho e comete suicídio

Por

Ana Maria Soares Diniz, 4, foi morta a tiros pelo próprio pai, na noite de segunda-feira (2), na cidade de Canarana (823 km ao Leste de Cuiabá). O homem, identificado como Lucas Diniz da Silva, 27, ainda atirou contra o filho de 3 anos e em seguida cometeu suicídio. O crime foi uma vingança contra a mãe das crianças, ex-mulher dele, que o denunciou por violência doméstica.

De acordo com as informações, Lucas estava preso após ser denunciado pelo crime de violência doméstica. Quando foi solto, ameaçou vingança contra a ex-mulher.

No começo da noite de segunda-feira, ele foi até a casa da sogra e pediu para ficar com os filhos, disse que os levaria para dormir na sua casa. A mãe das crianças estava em Água Boa e passou a receber mensagens ameaçadoras do homem.

Em uma delas, ele dizia que iria ‘se vingar de uma forma terrível’ e também ameaçou matar a mulher, enviando fotos da arma de foto calibre 38. A mulher ligou para a mãe, que acionou a Polícia Militar.

Quando os policiais chegaram no endereço, encontraram a vô das crianças aos prantos, segundo ela, tiros foram ouvidos dentro da residência. Quandoa  PM entrou, encontrou uma cena chocante. As duas crianças estavam baleadas ao lado do pai. Todos com ferimentos de tiro na cabeça.

A pequena Ana Maria e seu irmão ainda apresentavam sinais vitais, foram socorridos e encaminhados para o Hospital Municipal. Lucas já estava sem vida.

O local do crime foi isolado para a chegada da Perícia Oficial e Polícia Civil. A arma calibre 38 usada foi recolhida e entregue aos peritos, bem como 3 munições deflagradas.

Enquanto faziam o isolamento da casa, os policiais receberam informações da equipe médica, relatando que Ana Maria não resistiu e acabou morrendo. Já o irmão dela está em estado grave e foi transferido para a cidade de Água Boa. O caso foi registrado e será investigado pela Polícia Civil. O crime chocou a cidade.

GAZETA DIGITAL

Você pode gostar