Operação Dispersão completa 20 dias com pessoas detidas e estabelecimentos notificados

Por

Durante os primeiros 20 dias da Operação Dispersão, deflagrada pelas forças de segurança para coibir as aglomerações, 199 pessoas foram detidas por descumprirem a restrição de circulação em horário posterior às 21 horas. A medida está prevista nos decretos estaduais 836 e 837/2021, com o objetivo de conter a pandemia da Covid-19 em Mato Grosso.

Outras 246 pessoas foram detidas em aglomerações dispersadas e 79 foram detidas por descumprirem fechamento obrigatório do comércio às 19 horas. Os dados compreendem o período de 03 a 22 de março, e são relativos à produtividade da Polícia Militar (PM-MT) nos 141 municípios.

Em todo o estado, mais de nove mil profissionais da PM, Polícia Judiciária Civil (PJC) e Corpo de Bombeiros Militar (CBM) atuam no intuito de fazer cumprir o decreto do Executivo Estadual.

Ainda no período, foram empregadas 3.877 viaturas, 22 pessoas foram detidas em barreiras realizadas, 50.212 pessoas foram orientadas sobre o decreto e 19.922 foram orientadas por não utilizarem a máscara facial em local público, dentre outras ações.

Apesar dos números contabilizados pela Polícia Militar, a corporação também atuou, junto a outros órgãos dos municípios, na notificação de 312 pessoas por descumprirem restrição de circulação, 234 estabelecimentos comerciais foram flagrados abertos após às 19 horas e 112 estabelecimentos notificados por permitir acesso de pessoas sem máscara.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, disse que os números demonstram a atuação efetiva das forças de segurança, mas que a colaboração da sociedade é fundamental.

“Isso mostra que a gente tem que trabalhar mais, ter maior poder de convencimento da sociedade. A área da segurança pública, desde o início da operação, não parou nenhum minuto. Temos trabalhado e reforçado o efetivo nas ruas, mas é preciso que a população se conscientize para que possamos vencer este momento delicado”, frisou.

Bustamante enfatizou que o trabalho de fiscalização vai continuar com abordagens, barreiras fixas e móveis e com operação Lei Seca.

Orientação

O Corpo de Bombeiros Militar, no período de 03 a 21 de março, atuou em 346 atividades de prevenção e orientou 2.778 pessoas e 623 estabelecimentos comerciais sobre as medidas restritivas.

Já a Polícia Judiciária Civil realizou 28 ações de abordagens a pessoas, fiscalização do comércio e demais orientações.

Denúncias

O cidadão que identificar algum caso de desrespeito às medidas restritivas do decreto estadual podem fazer denúncias pelos canais de emergência das forças de segurança, o 190 (Polícia Militar) e o 197 (Polícia Judiciária Civil). A ligação é gratuita e a identidade do denunciante é mantida em sigilo.

Você pode gostar