Novo chefe da PF é amigo da família Bolsonaro desde a campanha

Por

Aliados políticos presionaram o presidente Jair Bolsonaro para tentar influenciar na escolha do novo diretor-geral da Polícia Federal. Mas na decisão pesou o núcleo familiar, e o nome escolhido foi o do atual diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem.

Ramagem foi delegado no Rio de Janeiro, onde Bolsonaro tem seu domicílio eleitoral, e trabalhou em inquéritos da operação Lava Jato, mas não conhecia o presidente até começar a trabalhar com ele.

Apesar do pouco tempo, a relação estabelecida entre o delegado, Bolsonaro e seus filhos se tornou forte e, na posse de Ramagem na Abin, em julho de 2019, Bolsonaro o chamou de “amigo que conheci há pouco tempo”.

Você pode gostar