Morre Sargento que perdeu irmã gêmea para Covid-19

Por

O terceiro sargento da Polícia Militar, Daniel Andrade de Queiroz Pereira, morreu aos 36 anos, vítima da Covid-19, na noite desta sexta-feira (30 de abril). Ele estava internado no Complexo Hospitalar de Cuiabá desde o dia 31 de março e não resistiu às complicações da doença causada pelo novo coronavírus.

No dia 9 de abril, o militar já havia perdido a irmã gêmea, Danielle Andrea, para a mesma doença. Ela lutava contra a Covid,  mas não resistiu ao agravamento de seu quadro de saúde.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do sargento que estava intubado recebendo tratamento contínuo no hospital particular, situado no bairro Jardim Cuiabá. Contudo, não resistiu às complicações ocasionadas pela Covid. “O Comando Geral da PM presta solidariedade  e transmite as mais sinceras condolências a todos os familiares, amigos e colegas de trabalho do policial”, diz a publicação.

O policial militar ingressou na Polícia Militar em 2004 e  pertencia ao 1º Comando Regional de Cuiabá, atuando no 1º Batalhão. Sargento Daniel André também trabalhou na CIA Centro. Ele  sargento deixa esposa e duas filhas.

OUTROS MILITARES

Num intervalo de 9 dias, é o terceiro policial que morre em decorrência da Covid-19. O primeiro deles foi o terceiro sargento Paulo Henrique Soares Leão, de 39 anos, que faleceu no dia 23 de abril, internado no Hospital São Mateus, na Capital. Ele estava na unidade hospitalar desde o dia 31 de março lutando contra a Covid-19, mas perdeu a batalha para o vírus.

Outra vítima do coronavírus foi o capitão da reserva renumerada, Inácio José Campos Jorge, que tinha 66 anos e faleceu no dia 21 de abril. Ele estava internado há 14 dias no Hospital Santa Rosa por causa de uma lesão pós Covid 19. Sua morte foi caracterizada como trombose pulmonar em decorrência do coronavírus. Ele deixou esposa, dois filhos e duas netas.

MORTES POR COVID EM MT

Conforme dados da Secretaria Estadual de Saude (SES-MT), divulgados no boletim epidemiológico desta sexta-feira, Mato Grosso já havia registrado 9.778 mortes em decorrência da Covid-19, desde o início da pandemia em março de 2020. Nas últimas 24 horas foram confirmados 49 óbitos e 1.640 novas notificações elevando para 362.094 o número de pessoas já contaminadas pelo coronavírus no Estado.

Você pode gostar