Mato Grosso tem 76 casos confirmados de Covid-19

Por

Sobe para 76 o número de casos confirmados de Covid-19, em Mato Grosso, nesta segunda-feira (6). Conforme Nota Técnica divulgada nesta tarde pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), deste total, 43 pacientes são de Cuiabá. O número representa 56.5% dos casos de coronavírus no Estado.

Os demais casos estão distribuídos nas seguintes cidades: Rondonópolis (6), Várzea Grande (5), Tangará da Serra (4), Sinop (4), São José dos Quatro Marcos (2) e Cáceres. Já os municípios que registraram apenas 1 caso são: Cáceres, União do Sul, Nova Mutum, Nova Monte Verde, Lucas do Rio Verde, Canarana, Campo Novo do Parecis, Aripuanã e Alta Floresta.

A SES informou, ainda, que um caso registrado em Rondonópolis é de um paciente residente em Sonora, Mato Grosso do Sul. Outro, registrado em Chapada dos Guimarães, o paciente é de São Paulo – SP.

Das pessoas que testaram positivo para Covid-19, 10 estão internadas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 3 em enfermaria/isolamento. O restante, 63, estão apenas em isolamento domiciliar.

De acordo com a SES, 49 pacientes têm de 36 a 55 anos; 12 têm de 19 a 35; 11 têm de 56 a 80; 2 têm de 6 a 18; 1 tem menos de 5 anos; e 1 tem mais de 81. O sexo feminino corresponde a 61% dos casos confirmados.

Casos suspeitos

Mato Grosso registra também, nesta segunda, 362 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), 1 a mais que ontem. Estes casos incluem vários tipos de Influenza, dentre elas a Covid-19. É considerado um caso de SRAG quando o indivíduo apresenta febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta, dispneia (falta de ar) e que esteja hospitalizado.

O Estado já realizou o teste, e o resultado deu negativo, em 634 pacientes. Outras 151 amostras estão em análise e 30 foram descartadas. Além disso, em Mato Grosso ocorreu uma morte por Covid-19 e o paciente era um homem de 54 anos, morador de Lucas do Rio Verde. Ele era hipertenso e diabético.

No Estado, 11 casos já são considerados recuperados.

Transmissão comunitária e local

Em Sinop, Cáceres, Tangará da Serra e São José dos Quatro Marcos há transmissão local do vírus, os casos os de não estiveram em nenhum país com registro da doença, mas tiveram contato com outro paciente infectado confirmado.

Já em Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis ocorre a transmissão comunitária, quando a transmissão do vírus se dá entre a população onde não pode se determinar a origem do contágio. O município de Nova Monte Verde não registrou novos casos da Covid-19 após 14 dias da notificação do caso, portanto deixou de configurar como transmissão comunitária.

Fonte: GAZETA DIGITAL

Você pode gostar