Jornalista é morto a tiros em cidade MT

Por

O jornalista Ediney Menezes, de 44 anos, foi executado a tiros na noite deste domingo (15) no município de Peixoto de Azevedo (691 km de Cuiabá). O assassino chegou na garupa de uma motocicleta pilotada por um comparsa e desferiu pelo menos 5 disparos contra a vítima que foi atingida com 3 tiros na cabeça e morreu na hora. Menezes estava dentro de um veículo e foi surpreendido pela dupla, sem chance de esboçar qualquer reação.

Conforme informações policiais, o crime foi registrado por volta das 22h30, no bairro Liberdade, nas proximidades da avenida Itamar Dias.

A Polícia Militar foi acionada e enviou uma equipe ao local que encontrou o jornalista assassinado.

Câmeras de segurança no local registraram o veículo do jornlista trafegando pela rua quando uma motocicleta chegou pela contramão, se aproximou e o garupa sacou uma arma e efetuou vários tiros contra Ediney.

Em seguida, o assassino e cúmplice fugiram em alta velocidade. Eles não levaram a carteira e nem o celular da vítima.

Ainda não se sabe a motivação do crime, mas pela forma como ocorreu, uma das hipóteses a ser investigada pela Polícia Civil é que tratou de uma execução. Caberá à Polícia Civil investigar os motivos do assassinato, se estão ou não relacionados à profissão e atuação de Ediney Menezes como jornalista, ou se ele tinha alguma rixa com alguém por outro motivo.

Menezes atuou como repórter na TV Miragem e na campanha do prefeito Maurício Ferreira (PSDB) que foi reeleito neste domingo. Sua última publicação no Facebook feita na noite de domingo foi uma comemoração pela vitória do candidato que ele apoiava. Ediney postou uma arte de campanha de Maurício e escreveu “Ganhamos”. Em seu Facebook, amigos e conhecidos estão deixando mensagens de pesar e lamentando pela violência em Peixoto de Azevedo.

Você pode gostar