Escrivão é preso por agredir esposa em Cuiabá

Por

A Polícia Civil, por meio do Plantão de Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá e a Corregedoria Geral, prendeu em flagrante nesta terça-feira (20.07) um escrivão de polícia pelos crimes de ameaça no âmbito da Lei Maria da Penha, porte ilegal e posse irregular de armas de fogo e munições de uso restrito e permitido.

As investigações que resultaram na prisão do policial inciaram na tarde de segunda-feira (19), quando a convivente do escrivão procurou o Plantão de Vítimas de Violência Doméstica relatando que vinha sofrendo ameaças do companheiro. Após o relato dos fatos, a vítima optou por representar contra o policial e requereu medidas protetivas de urgência.

Por se tratar de ocorrência envolvendo policial civil, uma equipe da Corregedoria foi acionada e fez o acompanhamento das diligências realizadas pelos policiais do plantão na residência do escrivão, onde foi feita a retirada dos pertences pessoais da vítima. Dois delegados corregedores acompanharam os trabalhos.

No endereço, as equipes encontraram o escrivão no hall do prédio e foi solicitado pelos policiais da Corregedoria que ele entregasse a arma que portava. No interior do apartamento foram encontradas várias armas de fogo de diferentes calibres, munições, peças e apetrechos de armas, sendo todo material apreendido.

Também foram realizadas buscas em uma viatura que estava com o policial e foram encontradas no porta-malas mais munições, armas de diferentes calibres e caixas com peças de armas.

Todo o material foi apreendido e o policial encaminhado ao Plantão de Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelos crimes de ameaça, porte ilegal e posse irregular de arma de fogo e munições de uso restrito e permitido.

Ele será encaminhado para audiência de custódia da Justiça.

Você pode gostar