Criminoso de alta periculosidade e preso pela Polícia Civil

Por

Um criminoso considerado de alta periculosidade e foragido da Justiça foi preso pela Polícia Civil na tarde de quarta-feira (16.12), em mais uma ação dos policiais civis da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol).

O suspeito, de 35 anos, estava com o mandado de prisão definitiva expedido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, em ação que transitou em julgado pela 6ª Vara Criminal da Capital, onde ele respondeu a processo por roubo qualificado pelo emprego de arma de fogo, concurso de pessoas, sendo sentenciado a sete anos e seis meses de reclusão.

Logo depois de receber a ordem de prisão do foragido, os policiais da Polinter iniciaram as diligências em prováveis endereços em que ele poderia ser encontrado. Durante os trabalhos, os investigadores conseguiram localizar o procurado em via pública, em frente ao bairro Sol Nascente, onde foi dado cumprimento a ordem de prisão.

Depois de regularmente cumprida a ordem de prisão o preso foi submetido a exame de corpo de delito e posteriormente encaminhado a Unidade Prisional do Estado onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

Passagens Criminais

Considerado contumaz na prática de crimes contra o patrimônio, o suspeito também responde a processos por incorrer em delitos de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico.

Em abril de 2016, ele foi preso em uma ação conjunta das Polícia Civil e Polícia Militar durante operação que levou a detenção de outras cinco pessoas que participaram do roubo a residência de um policial militar na capital.

Na sequência o mesmo grupo também era investigado pela participação em dois assaltos a mão armada; em que fizeram vítima uma Loja de Móveis e Estofados em Cuiabá e o outro roubo praticado foi um assalto na modalidade comumente conhecida como “saidinha de banco”.

Você pode gostar