Coronavírus: como convencer seus familiares de que a quarentena é necessária

Por

Em algumas partes do mundo, a disseminação do novo coronavírus deixou espaços públicos assustadoramente silenciosos. Em outras, a vida durante a pandemia está agitada como sempre — e em alguns casos até mais.

O País de Gales, no Reino Unido, recebeu uma enorme quantidade de visitantes antes que as restrições britânicas fossem reforçadas, enquanto na Austrália as pessoas em Bondi Beach não estavam dispostas a deixar o vírus interromper seu relaxamento até que a polícia se envolvesse.

Em Miami, nos Estados Unidos, os estudantes de férias estavam determinados a comemorar. “Se eu pegar corona, peguei”, disse um deles. “No final das contas, não vou deixar que isso me impeça de festejar.”

E não são apenas grupos de jovens que lutam para entender a realidade da vida com o covid-19. Uma pesquisa nos EUA feita em meados de março descobriu que, àquela altura, menos da metade das pessoas com mais de 60 anos estavam preocupadas com o risco de morte pelo vírus.

Para alguns, como Karen Swallow Prior, no Estado americano do Maine, isso levou a uma inversão geracional de papéis — ela tentava convencer seus pais idosos a não escapar para a cidade.

Da BBC Future

Você pode gostar