Carne vermelha à noite faz mal? Veja mitos e verdades sobre o alimento

Por

Apesar de as carnes serem alimentos muito comuns no prato dos brasileiros, a população ainda sabe pouco sobre como escolher as opções mais saudáveis e as quantidades certas que não irão interferir na saúde.

Qual o melhor tipo de carne?

As carnes brancas possuem menos gorduras e calorias e, por esse motivo, geralmente são consideradas mais saudáveis e podem ser consumidas mais frequentemente. No entanto, a carne vermelha também pode ser uma opção saudável, desde que consumida com moderação e quando se dá preferência para carnes e cortes com menos gordura, como patinho, maminha, filé ou coxão mole, por exemplo.

Independente da escolha da carne, a recomendação é que a quantidade por refeição não passe de 100 a 150 gramas dessa fonte de proteína. O prato deve ser composto por outros alimentos, como verduras, legumes e fontes de carboidratos, por exemplo. No entanto, é importante consultar um nutricionista para que se monte um cardápio personalizado.

Que carnes devo evitar?

É recomendado evitar cortes de carnes com muita gordura, como picanha e costela, e miúdos, como fígado, rins, coração e intestino. Além disso, deve-se retirar toda a gordura visível das carnes antes do preparo, pois durante o cozimento parte da gordura acaba entrando no músculo, o que impede sua retirada na hora de comer.

Também é importante lembrar que as carnes com mais gordura e as processadas, como bacon, toucinho, salsicha, linguiça e salame, são as mais prejudiciais à saúde, devendo ser evitadas.

Além disso, pessoas com problemas de colesterol alto e gota também devem evitar consumir fígado e outros órgãos de animais, já que favorecem o aumento do ácido úrico no organismo.

Mitos e verdades sobre as carnes

1. A carne branca é melhor que carne vermelha

Verdade. As carnes brancas, especialmente os peixes, são melhores para a saúde do que as carnes vermelhas porque, em geral, possuem menos gordura, sendo também mais fáceis de digerir.

O consumo em excesso da carne vermelha pode trazer prejuízos para a saúde, como acúmulo de gordura nas artérias e no fígado, aumento do colesterol e aumento da gordura a nível abdominal.

No entanto, as carnes vermelhas são ricas em vitaminas B3, B12, B6, ferro, zinco e selênio. Por isso, é possível consumi-las cerca de 2 a 3 vezes por semana, sendo importante escolher cortes de carne que não possuam muita gordura.

2. Comer carne vermelha à noite faz mal

Mito. A carne vermelha pode ser consumida à noite assim como qualquer outro alimento, no entanto, não é recomendada em excesso, porque demora mais tempo para ser digerida no estômago. Alguns efeitos são acidez e sensação de peso, que podem ser piores na hora de dormir.

3. A carne branca não engorda

Mito. Apesar de conter menos gordura, a carne branca também engorda quando consumida em excesso, principalmente quando ingerida com molhos calóricos, como o molho branco ou quatro queijos.

4. Carne mal passada faz mal

Depende da origem da carne. Consumir carnes mal passadas só faz mal à saúde se ela estiver contaminada com parasitas, como a tênia, ou bactérias que causam infecção intestinal. Assim, deve-se sempre comprar carnes em locais que garantam seu processamento e origem, pois apenas o cozimento adequado elimina a contaminação de carnes não seguras.

5. Carne de porco faz mal

Mito. Assim como a carne de vaca, a carne de porco só faz mal se estiver contaminada e se não for bem cozida, mas quando um cozimento adequado é feito, essa carne também é segura para consumo. (Com informações do portal Tua Saúde)

Você pode gostar