Alimentos atingem preço mais alto da década no mundo todo

Por

Os preços globais dos alimentos subiram quase 40% em maio deste ano, na comparação com o ano passado, de acordo com o índice de preços dos alimentos da Organização das Nações Unidas ( ONU ). Em relação a abril, a alta foi de 4,8%, a maior em mais de uma década – esse foi o 12º mês de alta consecutiva.

Dentre os motivos do aumento do preço estão a alta demanda por milho na china, a seca no Brasil e o aumento do uso global de óleos vegetais, açúcar e cereais, de acordo com Abdolreza Abbassian, economista sênior da ONU para Agricultura e Alimentação. “A demanda está surpreendendo a todos. Essa demanda exige uma forte resposta da oferta”, disse ele à CNN. No Brasil , o aumento do preço dos alimentos preocupa, sobretudo, pelo risco do país voltar ao mapa da fome , de onde saiu em 2014 graças ao programa Bolsa Família .

Se a subalimentação chegar a 5% da população, o Brasil volta a integrar essa lista de países. Por aqui, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo ( IPCA ) de abril, o grupo de alimentos e bebidas foi o segundo que mais impactou para o crescimento da inflação , atrás apenas da saúde.

Você pode gostar