AL cobra dados de escolas que não oferecem banheiros em MT

Por

Por unanimidade, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou em sessão extraordinária realizada na quarta-feira (7) o Requerimento (331/2021), de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), que cobra do governador Mauro Mendes (DEM) e do secretário de Educação, Alan Porto, informações a respeito de 58 escolas públicas que não dispõem de banheiros em Mato Grosso.

A descoberta de precariedade na infraestrutura destas escolas públicas foi revelada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

As respostas ao Legislativo deverão ser fornecidas no prazo de 30 dias a respeito dos seguintes questionamentos:

• Quais são as 58 Escolas Municipais e Estaduais, que segundo o TCE/MT, não possuem sequer banheiros?

• Qual o motivo de não haver banheiros?

• O que será ou está sendo feito para sanar o problema?

• Em tempos de pandemia, em que a higiene das mãos principalmente precisa ser feita regularmente, o que será feito para resolver o problema da falta de água?

• E relação à rede de esgoto e água potável?

• A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) já estava ciente desses problemas? Se sim, desde quando? E o que foi feito de imediato? Em caso de resposta negativa, por não foi feito nada?

Presidente da Comissão de Educação, o deputado Wilson Santos diz que a ideia é contribuir com as políticas públicas em favor do setor.

“Com essas informações do Executivo em mãos podemos auxiliar no desenvolvimento de ações que possam garantir uma melhor estrutura aos alunos da rede pública”, explica.

Você pode gostar