Bombeiros tentam controlar fogo no Parque Serra Azul

Por

O Parque Sesc Serra Azul foi atingido por um incêndio florestal, na madrugada de quinta-feira (05), na divisa dos municípios de Nobres e Rosário Oeste (124 km e 105km da Capital, respectivamente). As chamas tomaram grande proporção e já destruíram área de pasto e proteção ambiental.

O parque fica entre a Serra Azul e a margem esquerda do Rio Cuiabazinho e possui 5.700 hectares, o equivale a 7 mil campos de futebol.

A queima na região teve inicio no dia 1º (domingo), mas não tinha chego à área preservada do parque. As equipes da Base Descentralizada Bombeiro Militar (BDBM) atuavam no apoio terrestre desde então.

O Grupo de Aviação Bombeiro Militar (GavBM) foi acionado pelo Centro Integrado de Multiagências de Coordenação de Operação Nacional (Ciman), que monitora áreas preservadas em todo o país, para dar suporto.

As aeronaves realizam o combate em zona de maior relevância, a fim de preservar pontos prioritários da região preservada. No entanto, por volta das 16h30 de quarta-feira (04), o vento ganhou força e fez com que o incêndio se propagasse de forma muita rápida e chegasse ao Parque Serra Azul.

O local é bastante acidentado, o que dificulta o progresso de tropa terrestre. Devido às condições do incêndio foram requisitados reforços ao CIMAN, como equipes de intervenção operacional, integradas com militares do exercício.

Os recursos já empregados nessa operação foram duas aeronaves de combate, três veículos um Auto Rápido Florestal, um Auto Tanque para abastecimento de combustível de aeronave, um caminhão pipa do Sesc de 8.000 litros, dois caminhões com tanque reboque de 3.000 litros, uma estrutura de piscina com capacidade para 15.000 litros de agente extintor (água), além do apoio do das fazendas circunvizinhas.

Você pode gostar